Senai ajuda indústrias a reduzir consumo de energia

Executado ao longo de 2018 junto a 48 empresas, o programa do Senai “Indústria mais eficiente” conseguiu que elas alcançassem uma redução média de 26,4% no consumo energético, sem necessidade de novos investimentos, o que se traduziu em uma economia média de R$ 47,9 mil até agora.


A gaúcha Metalsinos, fabricante de peças de metal localizada em Ararica, região metropolitana de Porto Alegre (RS), registrou, por exemplo, diminuição de 56% em seu consumo de energia elétrica, com economia mensal de R$ 50 mil.


“Foi uma consultoria muito bem vinda. Os aumentos da despesa com energia estavam impactando de forma importante o custo operacional”, conta Ariberto Wagener, diretor industrial da companhia, que tem 300 funcionários.


O programa “Indústria mais eficiente” está sendo desenvolvido pelo Senai no âmbito de um programa maior do governo federal, o “Brasil mais produtivo”, sob o qual a tradicional instituição de ensino e desenvolvimento industrial vem realizando os mais diversos trabalhos de consultoria, buscando melhorar a qualidade de produtos e serviços, a produtividade e a competitividade dos negócios.


As consultorias vêm sendo prestadas principalmente pelos Institutos Senai de Tecnologia, rede que conta com um corpo técnico de cerca de 1.200 especialistas. Na primeira fase do programa federal, o Senai conseguiu elevar em 52%, em média, a produtividade das 3 mil indústrias participantes.


A mesma Metalsinos da Grande Porto Alegre obteve também ganho de 60% em produtividade com a ajuda da consultoria do Senai em manufatura enxuta, ou lean manufacturing, técnica de redução de desperdícios.


Criado em 1942, o Senai é o maior complexo de educação profissional e serviços tecnológicos da América Latina. Realizou mais de 75 milhões de matrículas ao longo de sua história. Atualmente, por meio de 545 unidades fixas e 450 móveis, atende a mais de 2.700 municípios brasileiros.


A instituição tem se destacado na oferta de serviços às empresas por meio da sua rede de 26 Institutos de Inovação e de 58 Institutos de Tecnologia. Entre janeiro e novembro do ano passado, foram prestados 79.901 serviços técnicos e de inovação.


Fonte: Revista Usinagem Brasil

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon

© 2015 por Ronemak Máquinas Operatrizes. Todos os direitos reservados.